2.09.2013

Diferenças entre Portugal e o Canadá: a sociedade revisitada (2)


Num texto anterior descrevi como existem muitas semelhanças entre Portugal e o Canadá ao nível da contestação social e uma diferença significativa ao nível da criação de inteligibilidade do assunto em questão.

O caso particular prende-se com uma disputa entre os sindicatos de professores da província de Ontário e o governo. Os novos desenvolvimentos sobre este caso indicam que o governo poderá multar os sindicatos e os professores se estes desobedecerem ao governo.
If the government’s application to block job action is approved and teachers still defy the order, shuttering elementary schools for the second time this academic year on Friday, the government can take the matter to court. Teachers could be found in contempt of court, or the union could be fined $25,000 and individual teachers $2,000 – on top of being docked regular wages – for each day of illegal strike action, a government official said.
Mais uma vez questiono se aquilo que aconteceria em Portugal seria muito diferente, tanto ao nível dos sindicatos como dos governos. A contestação seria muito semelhante, é certo, mas será que o governo ousaria ameaçar multas? Tenho muitas dúvidas.

Por outro lado, e focando a forma como sociedade avalia este tipo de questões, o que temos é uma análise muito crítica por parte dos professores e sindicatos sobre as medidas do governo e uma perceção razoavelmente expectante da sociedade. Noto, por outro lado, a ausência de referências a pedidos de demissão do executivo. Isto, para mim, é estranho.

Por último, e reforçando um dos aspetos mais importantes neste tipo de casos, é a forma como eles criam sentido do problema. Mais uma vez repito, o país e a província parecem sair razoavelmente incólumes deste conflito, assim como o sistema educativo.

Estou em crer que a amplificação em Portugal, na cacofonia da comunicação social e comentadores, traria um conflito semelhante para resultados mais graves.
Post a Comment