11.09.2009

A confusão

Andamos todos às turras, criando sofrimento, amor, tristeza, alegria e toda uma panóplia de incompreensões.
Magoamos os Outros e somos magoados por eles. Não compreendemos o que eles pensam e eles não nos compreendem.
Zangamo-nos. Fazemos as pazes. Ouvimos. Não compreendemos. Dizemos. Não nos compreendem.
E cansamo-nos. De tentar perceber e de sermos percebidos. De tentar explicar e explicarmos. De tentar com que tudo seja harmonioso, que não façamos sofrer aqueles de quem gostamos. E gostamos mas não conseguimos evitar que eles possam sofrer e que nós os possamos fazer sofrer. E sofremos por os fazer sofrer. E sofremos porque apesar de gostarem de nós, não gostam como nos desejamos, preenchendo as nossas necessidades, fazendo-nos sofrer.
Há paciência para esta confusão toda? Para esta dor que provocamos uns aos outros?
Post a Comment