2.04.2009

Um futuro por escrever

Aqui vai o texto que escrevi em nome do Movimento de Cidadãos do Concelho de Ovar para um conjunto de jornais da zona de Ovar.



Um futuro por escrever – um debate

O trabalho é central na vida das pessoas e significativo de todos os aspectos sociais nos quais os seres humanos participam. Sejamos nós desempregados, crianças, adultos ou idosos, temos todos uma relação directa com o trabalho.
O trabalho, nas sociedades Pós-Modernas, não é apenas algo que fazemos, é algo que apresentamos nos nossos cartões de visita, imbuídos de uma valorização social que determina que estejamos guardados numa determinada gaveta e não noutra.
Contudo, os nossos cartões de visita estão a ficar esborratados.
As certezas passaram a receio e o medo tem vindo a instalar-se.
As falências das empresas passam a ser falências das pessoas.
Falências da percepção de utilidade na sociedade; da compra de bens essenciais; da criação
de riqueza; das explicações que se dão aos filhos ou amigos; e da alegria da criação das minudências
totalitárias na vida das pessoas – a casa, o carro, a electricidade, a água, as prendas…
A injustiça passa a transpirar por todos os poros das palavras que utilizamos para falar do
desemprego.
O concelho de Ovar está, por isso, a suar.
O tilintar das pessoas que são despedidas soa eterno e mais parecem gotas de um suor frio.
As, ainda há pouco, estruturas organizacionais sólidas soam agora à decrepitude do desmoronamento. As ilustrações de sucesso transformaram-se em folhetins de tristeza.
O Movimento de Cidadãos do Concelho de Ovar (MCCO) reconhece a necessidade de transformar as tonalidades que pintam os nossos dias.
Nesse sentido, urge fazer algo positivo, que vá ao encontro das expectativas das pessoas e que lhes sirva de estímulo, criando-se, assim, uma sociedade concelhia inclusiva, participativa, unida
na criatividade e no empreendedorismo. É necessário, portanto, que todos participem.
O MCCO propõe-se criar um debate introdutório com especialistas de todos os quadrantes, em que todos vós, especialistas nas vossas inteligências, angústias, criatividade, ou motivação,
participem. Queremos fazê-lo brevemente mas queremos ouvir-vos primeiro. As vossas sugestões
relativamente este primeiro passo juntar-se-ão em todos os nossos passos.
O que consideras essencial discutir sobre o desemprego? O empreendedorismo? A criação de sinergias entre comerciantes? O desenvolvimento do turismo? O apoio psicossocial aos desempregados em situação mais frágil? O papel da autarquia?

Qual é a tua visão para Ovar?

Podes fazê-lo para pelanossaterra@gmail.com

Obrigado!
Post a Comment