2.09.2013

De volta

Estou de volta.

Isto deve querer significar alguma coisa mas ainda nem sei o que é. Acho que lá no fundo é apenas a minha necessidade de continuar a martelar estas teclas, para me fazer sentido, para criar sentido daquilo que me rodeia.

Umbilicamente crítico, responsavelmente tolerante. Vai caber tudo aqui dentro, mesmo quando fora da frequência normal.

Até já!
Post a Comment