1.14.2011

Pérolas ao pescoço de porcos

Pérolas ao pescoço de porcos:

1- "Neste ano 2011 de crise, aproveite a nossa campanha de aquisição de um conjuntos de facas..." - anúncio numa rádio

2- Há uns meses e durante muitos anos, ninguém ouvia falar de taxas de juro da dívida pública ou de períodos de maturação. Está tudo bem?

3- Se a Assembleia da República é a instituição democrática que permite o endividamento do estado, porque é que não conhecemos os negócios do Governo Português na compra de dívida? Porque não sabemos a que taxa a China ficou com a dívida ou que contrapartidas eles exigiram? Está tudo bem?

4- Se existe uma contabilidade pública e uma contabilidade nacional e só uma é apreciada internacionalmente, porque será que o ministro das finanças abordou esta questão? Está tudo bem?

5- Todo o mercado olhou para a diminuição da taxa a 10 anos mas parece ter negligenciado o aumento substancial da taxa a 4 anos. A relação entre ambas levou ao aumento dos custos de financiamento. O salvamento depende de um jogo de criatividade? Está tudo bem?

6- O Renato Seabra, suspeito do homicídio de Carlos Castro, está a recolher todo o tipo de apoio popular. Será que ele era assim tão calmo e a melhor pessoa do mundo? Ou será que é por o Carlos Castro ser um homossexual assumido? Se fosse um homem a espancar uma mulher até à morte, torturando-a longamente após esse momento, será que ele também seria apoiado popularmente se se verificassem perturbações psicológicas graves na altura do acontecimento? Está tudo bem?
Post a Comment