9.28.2008

Soluções

As melhores soluções criam sempre problemas benignos, úteis e radiantes. Daqueles que dá vontade de trazer no bolso para demonstrar em truques de inteligência. A inteligência partilhada fervilha e o horizonte sorri.

Uma boa solução poderá atravessar um canal de comunicação inóspito e ser apenas apenas uma criação temporária de potencial integrativo. A potência da forma comunicante cria um vaso transformativo. Mas cria transformação, arranha a homogeneidade e a bestialidade. Enriquece.

As bestas mantêm-se nos campos de trigo, assoladas pelos pesadelos da diferença ser identificável como despiciente. Perfídia. Jactância. Soluções como considerações autocráticas da expurgação de uma visão natural da realidade.

E sorriem como se os milheirais fossem cabeças mortas encapsuladas e resignadas à sua razão.


Post a Comment